Blog

Solidão

Linda poesia! Tão forte, tão profunda... assim como é a solidão. Você já se sentiu sozinho, longe de quem você ama? A menina sofre, e em poucas palavras descreve os seus mais profundos sentimentos. Escrita em 22/09/2001 - Mogi Mirim SP.  Ô solidão ingrata, Solidão que me maltrata, Que me machuca o peito. Ô solidão... Continuar Lendo →

Brincando de casinha

"Sentado na calçada, De canudo e canequinha, Dublec dublim, Eu vi um garotinho, Dublec dublim, Fazendo uma bolinha, Dublec duplim, Bolinha de sabão" Você já brincou de casinha? Afinal...como é brincar de casinha? Brincar é algo muito sério e importante! Através das brincadeiras, as crianças sonham, criam, aprendem, crescem e se preparam para a rotina... Continuar Lendo →

Quero

Poesia escrita no ano de 1999 - Mogi Mirim SP. A menina quer estar junto de quem ela ama. A menina quer ser amada. Querer: eis o primeiro passo para a realização de um sonho. Quero você a todo instante, Do meu pensamento você não sai, Você chega e fica um pouco comigo, Mas logo... Continuar Lendo →

“Chininho”

"Ah, se tu soubesses Como sou tão carinhoso E muito e muito que te quero E como é sincero o meu amor Eu sei que tu não fugirias mais de mim" É bem provável que você esteja se perguntando: quem ou o que é o "Chininho"? A Bruna era pequena, muito pequena, quando a mãe... Continuar Lendo →

Meu jeito de amar

Escrita no ano de 1999 - Mogi Mirim SP. Como é o seu jeito de amar? Como você se comporta frente às situações e pessoas? As pessoas amam, Mas eu acho que eu não sei amar... Correm atrás da pessoa amada, Mas eu nem saio do lugar. Mandam cartas, flores, Declarações de amor. Quando eu... Continuar Lendo →

Crescendo na vida

"Eu vivo sempre no mundo da lua, Tenho alma de artista, Sou um gênio sonhador, E romântico" A menina queria voar. Voar: deliciosa sensação de liberdade! Certo dia, lá estava a Bruna, em seu balanço. O balanço ficava em uma quaresmeira, ao lado da casa onde a menina morava. Debaixo da linda árvore de flores... Continuar Lendo →

Se amar é…

Escrita em 28/08/1999 - Mogi Mirim SP. De um jeito ou de outro, a menina ama. E você, como você ama? Se amar é sofrer, eu amo, Porque sofro por você. Se amar é morrer, eu amo, Pois eu morro por você. Se amar é querer, eu amo, Pois eu quero você. Se amar é... Continuar Lendo →

Os cabelos da menina

"Cabelo quando cresce é tempo, Cabelo embaraçado é vento, Cabelo vem lá de dentro, Cabelo é como pensamento." Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada! A Bruna sempre teve muitos cabelos... Cabelos tons castanho claro, loiro escuro, loiro médio...isso sempre foi um tanto complexo para a menina. As pessoas diziam que ela era loira, mas ela nunca concordou.... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑