Blog

Não me toque, não me rele

"Baby, baby, Não adianta chamar, Quando alguém está perdido, Procurando se encontrar" Você é capaz de se lembrar da primeira vez que tomou banho sozinho, sem ajuda da sua mãe ou de um responsável? Era dia de semana. A mãe estava na despensa, passando a roupa, e a menina estava na sala, assistindo televisão. De... Continuar Lendo →

Relembrando

Quais momentos você gosta de relembrar? Sobre o quê você anda divagando? A menina divaga sobre o amor... Escrita no ano de 1999 - Mogi Mirim SP. Não adianta viver assim, Pensando que o amor vai ter sempre um fim. Cada momento, sempre sofrendo, É o que está gravado no pensamento. Eu olho pelas ruas,... Continuar Lendo →

Você tem fome de quê?

"Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer. Comer comer, comer comer, é o melhor para poder crescer" Não muito diferente das outras crianças, a Bruna comia pouca quantidade e variedade de alimentos. Você se lembra das coisas que mais gostava de comer na sua infância? A menina gostava de arroz com caldinho... Continuar Lendo →

O amor permanece

Dias que vem, dias que vão. Mas o amor permanece ali, no coração da menina. Escrita em 13/03/2000 - Mogi Mirim, SP. Minha vida é o seguinte: Abro os olhos e uma voz me pede para sorrir. A felicidade de ver um novo dia nascer Invade o meu coração, E a esperança de ser feliz... Continuar Lendo →

Mumuca

"Toda cor têm em si, Uma luz uma certa magia, Toda cor têm em si, Emoções em forma de poesia" É bem provável que você conheça a Mumuca. A menina gostava de assistir a um desenho que passava na televisão, do qual não se recorda o nome. Tratava-se de um boneco, que dormia em uma... Continuar Lendo →

Nesse dia

O que faz um dia ser diferente do outro? É hora de assumir o controle, menina. É hora de ser protagonista e escrever a sua própria história. Escrita em 20/05/2000 - Mogi Mirim SP. O mundo fica sem sentido Quando tudo se resume em “não”, E o coração parte em mais de mil pedaços... Isso... Continuar Lendo →

Brincando de escolinha

"Numa folha qualquer, Eu desenho um sol amarelo, E com cinco ou seis retas, É fácil fazer um castelo" Na despensa da casa havia uma grande lousa, na cor preta, onde a menina passava horas brincando. Todos os dias, após o almoço, a Bruna tinha um compromisso: brincar de escolinha. Ela era a aluna e... Continuar Lendo →

Poder te amar

Música para embalar os corações dos apaixonados! Escrita em 28/10/1998 - Mogi Mirim SP. É noite, sozinha, olho para o céu estrelado, Nesta hora gostaria que estivesse ao meu lado, Não sei o que fazer, Penso até em morrer, Toda hora que descubro, Que não posso ter você.   Sei, que você não me ama,... Continuar Lendo →

“Pingo”

"Apeei do meu cavalo e no ranchinho a beira chão, Vi uma mulher chorando, quis saber qual a razão, - Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão, Quem matou o meu menino foi um boi sem coração" Cachorros: amigos eternos.  A Bruna cresceu brincando com cachorros, ela teve muitos e, os que mais marcaram a... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑