Um cantinho especial

“Mesmo com tantos motivos,
Pra deixar tudo como está,
Nem desistir nem tentar, agora tanto faz,
Estamos indo de volta pra casa”

Aquele cantinho era muito especial…

Debaixo de uma generosa árvore, na beiro do rio, lá perto do fim de tudo, de onde tudo se via, de onde tudo se ouvia. Que paz!

Existe um lugar especial, onde você se sente especial?

A Bruna tinha o seu cantinho, lá no sítio. É para lá que ela ia quando precisava “se esvaziar”: pensar, conversar, chorar. Ali tudo se resolvia. Ali ela permanecia por algum tempo, o tempo necessário para ficar bem. O silêncio e o som da natureza reinavam naquele lugar. Ali ela tinha tudo o que precisava: sol, sombra, ar puro, água, plantas, animais. Ali o seu corpo e a sua mente se conectavam com a vida, com a essência, com a eternidade. Um sentimento de paz e liberdade tomava conta do seu ser e a menina se sentia especial, capaz de mudar o mundo, capaz de criar e transformar, capaz de voar.

Você já se sentiu um super herói? Alguém já te falou que você é especial?

Havia uma voz que falava para a menina: você é especial. Não era a voz da mãe, nem do pai, nem de nenhum ser humano. Era uma voz interna, mas não era a voz da menina. Ela ouvia essa voz toda vez que estava ali, conectada com a natureza, com a sua essência.

Você sabe qual é a nossa missão? Pergunto isso porque não estamos aqui por acaso, temos uma missão. Já parou para pensar na parte que lhe corresponde?

Existe um lugar. Um lugar no tempo, um lugar no mundo, um lugar em si mesmo. Você só precisa respirar fundo, estender a sua mão, deixar o pensamento ir…e se conectar!

Você já experimentou abraçar uma árvore? É simplesmente divino! Parece loucura? A rotina da vida é loucura.

Ideias, reflexões, pensamentos que vão, entendimentos que vem…uma deliciosa sensação de liberdade. A menina gostava de se sentir assim, e ainda gosta.

Sabe, a menina e você, você e a menina, não precisam de nada do que o mundo diz que vocês precisam, isso tudo é uma ilusão. Quem precisa de casa, quando entende que possui o mundo? Quem precisa de tempo, quando entende que é eterno? Quem precisa de dinheiro, quando entende que nada está à venda? Quem precisa de independência, quando entende que é livre? Quem precisa de qualquer coisa…quando entende que é feito de amor? 

O azul do céu e o aroma da flor são presentes. Presentes divinos para nos lembrar que somos especiais. Existe um cantinho especial, do qual a menina jamais vai se esquecer. Nesse canto está o encanto, a beleza do seu ser!

Eu posso te ver,

Como em uma fotografia.

Posso te sentir…

Com os pés e mãos livres,

Eu me aconchego aqui…

Texturas, cores e sabores,

Formas, aromas…

Um pensar, um existir,

Estou aqui, estou aqui.

Conectar, recarregar,

E voltar para o lar.

 

“Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade” – Bíblia, Segunda Carta aos Coríntios, capítulo 3, verso 17.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: