Irmão do coração

“É preciso amar as pessoas,
Como se não houvesse amanhã,
Por que se você parar pra pensar,
Na verdade não há”

Quem são os seus irmãos do coração?

A Bruna o conheceu por volta dos dois ou três anos de idade. Ele era dezessete anos mais velho. Podemos dizer que o irmão do coração viu a menina nascer! Mas, afinal, quem era ele?

Laerte Joel, cunhado, amigo e irmão. 

Nos finais de semana ele visitava a casa da família. Ele namorava a irmã mais velha da menina, que na época devia ter uns quinze anos. Não tem como pensar no cunhado sem se lembrar da perua kombi verde! Era muito divertido passear nela!

Laerte sempre foi muito educado e prestativo. Estava sempre presente, nos momentos bons e difíceis, ajudando a família e fortalecendo, através da sua energia tão boa, tão positiva! A Bruna aprendeu muitas coisas com ele, sobretudo, bondade e paciência. A família da menina era uma boa família, mas, como todas as famílias, tinha muitos problemas. O cunhado acompanhou muitas histórias, e nunca desistiu daquela família, e é por isso que ele é um irmão para a Bruna e para os seus irmãos também, porque um irmão de verdade nos suporta em todas as situações.

A menina se lembra de brincar de bola com o irmão do coração. No final do dia eles brincavam ali, na grama, em frente à casa. Junto a eles, um grande amigo: o Maradona. Maradona era o cachorro do Laerte. Pensa em um cachorro que parece gente… Ele tinha um porte médio, os pelos eram na cor caramelo, tinha um olho castanho e o outro branco, e, o mais interessante: ele adorava jogar bola! O cachorro ficava como “bobinho” no meio do jogo dos cunhados, só faltava falar!

Certa vez o cachorro foi atropelado e quebrou uma perna traseira, foi muito triste! Mas, mesmo assim, ele continuava brincando e acompanhando o seu dono por todos os lugares, passava o dia na roça e retornava junto para casa.

Quando a Bruna estava com oito anos, a irmã e o cunhado se casaram e foram morar em uma casa no sítio, bem próximo da casa da menina. Dessa forma, eles se viam sempre, praticamente todos os dias. A menina desejava muito ter um sobrinho, um sobrinho homem para brincar de bola e carrinho. O sobrinho veio…doze anos depois, de maneira milagrosa. Mas, antes que esse milagre acontecesse, o querido casal passaria por dias muito difíceis…

O cunhado teve uma doença muito séria no cérebro: cisticercose. Os parasitas causavam inflamações que geravam convulsões. Alguns médicos aconselhavam cirurgia, mas outros não, por se tratar de uma área muito delicada. O risco era grande. Foram longos sete anos de tratamento, até que um especialista orientou a parar com os medicamentos. Havia dois caminhos: continuar com o tratamento ou seguir aquela orientação.

Você já se sentiu assim, em uma encruzilhada? Qual foi a sua escolha? O que fez você tomar essa decisão?

A voz de Deus dizia para o Laerte aceitar e confiar naquela orientação e, milagrosamente, o parasita se solidificou no cérebro e o irmão do coração ficou curado, sem nenhuma sequela!

Quando o sobrinho da Bruna nasceu, o cunhado estava internado e o médico queria operá-lo. A irmã não deixou… Ninguém imaginava que depois de um milagre, outro milagre aconteceria!

A vida é um milagre, todas as coisas são um milagre, afinal, o que de fato nós somos capazes de fazer, sozinhos?

O irmão do coração sempre foi uma grande benção na vida da Bruna e da sua família. Um ser de luz, que apresenta Deus, que apresenta amor, justiça e poder. Gratidão pela sua vida Laerte!

Meu cunhado, meu amigo,

Meu sábio e querido irmão.

Sempre esteve ali comigo,

Na alegria e na escuridão.

Suportou os nossos gemidos,

Estendeu-nos a sua mão.

Pra você, o lugar mais bonito:

Dentro do meu coração!

 

“Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho. Jurei e cumprirei que hei de guardar os teus justos juízos. Estou aflitíssimo; vivifica-me, ó Senhor, segundo a tua palavra” – Bíblia, Salmos, capítulo 119, versos 105, 106 e 107.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: