Debaixo do pé de manga

“Nada do que foi será de novo
Do jeito que já foi um dia,
Tudo passa,
Tudo sempre passará”

Tem alguém especial com quem você adora conversar?

No cair da tarde, a irmã convidava a Bruna para passear. Que delícia era sair, caminhar, respirar ar puro, deixar as ideias irem e virem. A menina se sentia curiosa e ansiosa pela história que ouviria, afinal, se a irmã tinha convidado para dar uma volta é porque provavelmente tinha algo para contar.

Juntas caminhavam e o destino final geralmente era ali: debaixo do pé de manga. Ali, elas conversavam muito. A irmã contava sobre a escola, sobre os amigos, sobre sonhos e amores. A Bruna adorava ouvir a irmã. Suas histórias tinham sentimentos, reflexões e amor. Era uma verdadeira aula sobre a vida…sim! Era exatamente isso.

A Bruna sempre foi muito apegada à irmã, que era seis anos mais velha. Ela ensinava muitas coisas, era paciente e carinhosa. Elas brigavam muito também! Certa vez a Bruna ficou muito nervosa e mordeu a barriga da Rô, deixando uma pequena cicatriz. A menina pensava: “Eu nunca mais vou falar com ela”. Alguns minutos depois, e elas já estavam brincando e conversando.

Você já brigou com algum amigo? Como você se sentiu?

Algumas discussões são inevitáveis, afinal, somos diferentes uns dos outros, pensamos e agimos de maneiras diferentes, de acordo com os nossos valores e com o nosso ponto de vista. Existem pessoas que se omitem para evitar conflitos, ou até mesmo mentem, na tentativa de agradar o outro. As discussões podem gerar grandes aprendizados, pois através delas reforçamos quem somos e o que queremos, buscamos argumentos para justificar e convencer.

A Bruna e seus irmãos gostavam de conversar e vira e mexe discutiam muito! A menina sempre gostou muito disso. Como é bom poder falar, expressar nossa opinião, ser ouvido e saber ouvir! Ainda que a gente discorde de algo…está tudo bem. As discussões geravam reflexões na menina, faziam ela crescer, se fortalecer e compreender que somos diferentes e ninguém é dono da verdade. Nesse processo de aprendizagem, três pontos fundamentais: respeito, arrependimento e perdão.

Além do pé de manga, as irmãs gostavam de conversar lá na bica e caminhando em volta do lago. Deliciosos momentos!

Tem algum lugar especial onde você gosta de ir para pensar sobre a vida ou conversar com alguém? Por que esse lugar é especial?

Em meio a natureza, as histórias eram contadas e o amor era vivido. A tarde caía e a noite chegava. Então elas retornavam para a casa, onde os pensamentos iriam descansar e os sonhos, amadurecer.

Eu olhei os seus passos,

Eu ouvi a sua voz,

Compreendi as suas palavras,

Senti as suas lágrimas.

Tentei ajudar…mas, o que dizer?

Minhas palavras teriam valor?

Tão pequena eu era,

Tão pequena eu sou…

Perto de você me sinto tão grande,

Tão importante…

Livre!

Como é bom viver a vida com você!

 

Amo vocês, meu irmãos!

“Sabeis isto, meus amados irmãos; mas todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” – Bíblia, Carta de São Tiago, capítulo 1, versos 19 e 20.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: