Crescendo na vida

“Eu vivo sempre no mundo da lua,
Tenho alma de artista,
Sou um gênio sonhador,
E romântico”

A menina queria voar.

Voar: deliciosa sensação de liberdade!

Certo dia, lá estava a Bruna, em seu balanço. O balanço ficava em uma quaresmeira, ao lado da casa onde a menina morava. Debaixo da linda árvore de flores roxas a Bruna brincava de casinha, era modelo, atriz, apresentadora de programa de televisão, cantora… No balanço ela se divertia, atingindo as alturas. Foi quando ela pensou: “quando eu estiver bem lá no alto, vou soltar as mãos do balanço”. E assim a menina fez.

A Bruna devia ter uns 5 ou 6 anos de idade e não tinha noção do perigo de uma queda. Sim, ela soltou as mãos do balanço, desequilibrou-se, caiu e bateu a cabeça. Agora a menina chorava, chorava forte pedindo por ajuda. A mãe logo apareceu, carregou a filha e a levou para o quarto, onde ficou deitada por algum tempo. Nada grave, foi só um tombo, logo a Bruna estaria brincando novamente em seu balanço e, agora, com um novo aprendizado: era preciso manter as mãozinhas firmes, segurando as cordas, para não cair. 

É possível voar sem sair do chão. É possível sentir a liberdade obedecendo a regras. Regras são imprescindíveis para manter a harmonia nas relações, o equilíbrio nas ações, enfim, para manter um bem-estar pessoal e social. Você pode refletir um pouco mais sobre esse assunto lendo o texto “Liberdade e Libertinagem”.

Quando a Bruna estava bem lá no alto, decidiu soltar as mãos do balanço, então ela se desequilibrou e caiu… Alguma vez você já soltou as suas mãos? Alguma vez você já desejou alcançar as alturas sem depender de nada, nem de ninguém para isso?

Talvez, nesse momento, você esteja pensando em soltar as suas mãos, em sair correndo, em desapegar de coisas, pessoas e situações, com o desejo profundo de sentir-se livre.

Saiba que, nem sempre o que nos prende está do lado de fora, muitas vezes o que nos prende está do lado de dentro. Uma escolha, uma decisão, um novo jeito de ver e entender as coisas pode nos fazer sentir livres. Soltar as mãos pode nos colocar numa situação de perigo, de desequilíbrio e, em de vez de alcançar as alturas, você e eu podemos cair e nos encontrarmos com o rosto no chão.

Próximo ao varal, a menina subia o pequeno morro, coberto por gramas, e descia correndo, com a sensação de que estava voando. Ela corria pelo campo e, por diversas vezes, sentiu o corpo se elevar e os pés saírem do chão… Sabe, até hoje a Bruna tem essa lembrança viva em sua mente, tão real, tão maravilhosa… Será que, de fato, a menina voou?

A Bruna sempre sonhava que estava voando. O tio dizia: “quando a gente sonha que está voando significa que estamos crescendo na vida”. A menina decidiu acreditar, sim, ela estava crescendo e com essa crença ela viveria a liberdade almejada, alcançaria lugares bem altos, alcançaria todos os seus sonhos!

Alguém me falou sobre pássaros,

Alguém me mostrou um avião,

Então olhei para o alto,

E descobri a imensidão.

Quanta coisa para ver e conhecer!

Sou pequena, mas posso voar,

Minha mente alcança o infinito,

Minha força está no “acreditar”.

Voa comigo, me dê a mão,

Não haverá perigo,

Se estivermos unidos.

Vou deixar essa pedra,

Esse peso, esse medo…

Sim, eu vou voar, e a liberdade, viver.

Preciso apenas desprender-me de mim,

E prender-me somente a “você”.

Voar: deliciosa sensação de liberdade.

Liberdade: capacidade de alcançar os seus sonhos, mantendo-se protegido pela obediência às regras e conectado à sua essência.

 

“Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus” – Bíblia, Primeira Carta de Pedro, capítulo 2, verso 16.

“Pois o pecado não os dominará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça” – Bíblia, Primeira Carta aos Romanos, capítulo 6, verso 14.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: