Desamarre e voe alto

Mas, afinal, o que te prende? Poesia escrita em 02/10/2017 - Jundiaí SP. Levante os braços lentamente, Desamarre o que te prende, Voe alto suavemente. Um desejo tem em mente, Você pode, você sente, Vá e faça diferente. Que delícia, que aventura! Estou voando nas alturas, Tudo é pura gostosura... O sonho não é loucura,... Continuar Lendo →

Crescendo na vida

"Eu vivo sempre no mundo da lua, Tenho alma de artista, Sou um gênio sonhador, E romântico" A menina queria voar. Voar: deliciosa sensação de liberdade! Certo dia, lá estava a Bruna, em seu balanço. O balanço ficava em uma quaresmeira, ao lado da casa onde a menina morava. Debaixo da linda árvore de flores... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑