Devaneio

Talvez nesse momento você se sinta assim: caminhando em meio à escuridão. A menina sente medo. Ela quer luz, segurança… Nada como um novo dia, um novo olhar, novos pensamentos e ações. Tudo passa. A escuridão passa, pois existe uma luz, uma grande luz…dentro de você e dentro da menina também. Escrita em 01/06/2000 – Mogi Mirim SP.

Entre a escuridão da noite,

Caminho sobre pedras,

Já não sei onde pisar,

Já não sei mais caminhar.

Entre a escuridão da noite,

O vento frio corta meu rosto,

E avisto, lá longe,

Raios e trovões,

Uma tempestade se anuncia…

Não sei o que isso tem a ver com nós dois.

A verdade é que não sei mais por onde ando,

Está tudo escuro,

E você é a tempestade,

Que chega, que leva,

Que destrói.

Os trovões são a saudade,

Que fazem um barulho imenso

Dentro do meu coração.

A esperança, talvez seja os raios,

Que uma vez ou outra iluminam,

Para que eu possa caminhar melhor.

E enquanto houver o raio,

Haverá o barulho dos trovões,

E a tempestade cairá…

Enquanto houver a esperança,

Haverá saudade,

Mas não sei se você voltará.

E se você voltar,

A escuridão terminará,

E eu caminharei melhor.

A noite é testemunha de tudo,

E o meu coração também.

Tudo isso porque eu te amo…

E se você chegar,

Amanhecerá um lindo dia,

Daí então acordarei,

Sairei desse sonho,

E terei que lutar pela minha felicidade…

Às vezes não sei se é melhor ficar sonhando

Ou viver a realidade…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: