Liberdade e Libertinagem

Olá diário!

A reflexão de hoje foi escrita há exatamente 11 meses. Na época eu estava me preparando para iniciar as postagens deste Diário, e esse texto foi escrito e guardado com muito carinho. Vamos então refletir sobre liberdade e libertinagem.

Falar sobre liberdade gera uma conversa danada de boa!

O que é liberdade? O que é ser livre? Você se sente livre? O que te prende?

Em primeiro lugar: liberdade é diferente de libertinagem. Liberdade, de modo geral, é o direito que temos de fazer as coisas conforme a nossa vontade, livre-arbítrio. Todos nós somos livres: livres para pensar e agir como quisermos. Entretanto, em algumas situações, nossas vontades podem prejudicar outras pessoas…

“Todas as coisas me são permitidas, mas nem todas as coisas me convém” – disse o apóstolo Paulo, em sua primeira carta aos Coríntios, no capítulo 6, verso 12.

Esse verso me faz pensar em dois tipos de liberdade: a primeira é exercida com responsabilidade, refletindo antes de agir, de modo que nossas atitudes não prejudiquem as pessoas, o meio ambiente e o mundo. A outra é o que entendo por libertinagem, que é quando usamos a liberdade apenas para uma satisfação pessoal e imediata, sem pensar nas consequências.

Na minha opinião, a libertinagem é uma liberdade sem respeito, sem amor. O amor só existe quando envolve outro ser. Quando amamos, pensamos no outro, e assim a liberdade é colocada em prática de forma responsável, com a intenção de ajudar, de contribuir, de edificar, e não de prejudicar.

Em certos momentos eu deixei de fazer algo que queria, pois entendi que poderia prejudicar alguém. Acho isso correto, essa liberdade movida pelo amor me traz paz, consciência tranquila, que para mim é a maior e melhor liberdade que posso ter. Outro dia pensei: é certo abrir mão da minha vontade, apenas para não prejudicar o outro? E eu? E a minha vontade, onde fica?

Sempre busco colocar o amor em primeiro lugar. O que adianta realizar um desejo pessoal, sabendo que outros estarão tristes? Ou que o mundo sofrerá consequências negativas? Quando eu entendo que faço parte de um todo, entendo que se o outro não estiver bem, logo eu também não me sentirei completo. Ou seja, realizar algo, movido pelo egoísmo, não me trará uma felicidade real. Portanto, pratico minha liberdade sob a ótica do amor. Isso me faz sentir verdadeiramente livre e feliz.

E quem não ama? Bem, quem não ama provavelmente deve se sentir livre por meio da libertinagem. Vou citar um exemplo: jogar papel de bala na rua. Podemos fazer isso? Claro que podemos! E muitos o fazem… alguns por serem egoístas, outros por falta de informação… Mas penso que se tivermos amor, provavelmente não o faremos ou nos sentiremos mal se fizermos, pois entenderemos que essa atitude é prejudicial e não contribui no nosso bem-estar geral.

Ações que desencadeiam o desequilíbrio, as quais a natureza rejeita e responde com doenças, catástrofes, conflitos, enfim, estas ações devem ser pensadas antes de serem realizadas. A libertinagem pode tirar a liberdade do outro e nos fazer escravos de nossas próprias escolhas.

Você sabe o que a Bíblia diz sobre isso?

“Amar a Deus sobre todas as coisas, e o próximo como a ti mesmo” – Bíblia, Evangelho de Mateus, capítulo 22, versos 37 ao 40.

“Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor” – Bíblia, Primeira Carta de João, capítulo 4, verso 8.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” – Bíblia, Evangelho de João, capítulo 8, verso 32.

Após essa reflexão, minha conclusão é:

A Verdade nos liberta. A Verdade é a palavra de Deus. A palavra de Deus pede para que amemos uns aos outros. Logo, o amor liberta. O amor é Deus. A minha liberdade está no amor, a minha liberdade está em Deus!

Até a próxima!

Um comentário em “Liberdade e Libertinagem

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: