“Pingo”

"Apeei do meu cavalo e no ranchinho a beira chão, Vi uma mulher chorando, quis saber qual a razão, - Boiadeiro veio tarde, veja a cruz no estradão, Quem matou o meu menino foi um boi sem coração" Cachorros: amigos eternos.  A Bruna cresceu brincando com cachorros, ela teve muitos e, os que mais marcaram a... Continuar Lendo →

“Bolinha”

"Eu nasci num recanto feliz, Bem distante da povoação, Foi ali que eu vivi muitos anos, Com papai, mamãe e os irmãos." Chegou a hora de contar algumas histórias... Histórias, sobre as quais, a Bruna não gosta nem de pensar... São lembranças alegres e tristes, de momentos intensos, que a menina viveu com seus amigos... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑