Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença

Foram aproximadamente 3 anos poupando para o casamento. Lembro-me quando eu e meu noivo abrimos uma conta poupança (acho que em 2007) e combinamos de guardar algum valor todos os meses (nós ainda não tínhamos uma data definida para o casamento). A ideia era usar o acumulado para pagar as despesas com o casório e, caso algo acontecesse e a gente se separasse, cada um pegaria o seu dinheiro de volta com os juros proporcionais. Mas não foi necessário. O planejamento deu certo e a união também!

E então o grande dia chegou: 25 de setembro de 2010, o nosso casamento! Foi um dia lindo e muito especial, quando realizei um grande sonho da minha vida. Com o valor poupado nós pagamos todas as despesas e ainda viajamos para Buenos Aires – Argentina. Tivemos uma contribuição especial dos amigos, através da “gravata”, que nos ajudou nos gastos com a “lua de mel”.

Para controlar as minhas receitas e despesas eu usava uma planilha do Excel. Por meio do orçamento eu sabia o valor das despesas fixas, conseguia visualizar o término das compras parceladas e dedicar uma parte para poupança. Eu sempre fui bastante conservadora (e ainda sou).

Os meus primeiros salários, embora fossem baixos, representavam muito para mim, afinal, era todo o recurso financeiro que eu tinha. Eu valorizava cada centavo, pesquisava antes de adquirir algo e, na hora da negociação, pedia descontos.

Aprendi a pedir descontos com a minha mãe. Ela atrelava o valor do desconto com a compra de alguma outra coisa, por exemplo: “com os 5 reais de desconto, dá pra comprar 1 kg de feijão”. Com essa mentalidade da minha mãe eu aprendi a olhar para o dinheiro e enxergar sonhos e oportunidades. A questão não é o quanto você ganha mas O QUE você faz com o dinheiro e COMO você faz aquilo que faz. Faz sentido?

Você costuma valorizar cada centavo?

Eu fechei aquele ano de 2010 com chave de ouro! Agora uma nova fase se iniciava: uma vida de casada, morando em outra cidade (fui para Itajubá MG com meu marido) e com um novo emprego, o qual iniciei no final de 2011. Muitas mudanças e realizações me esperavam e eu sabia que com responsabilidade, planejamento e disciplina eu iria crescer e prosperar!

Você costuma finalizar as coisas que começa? Se não, o que te impede de fechar os seus ciclos e iniciar outros? Falta dinheiro? Foco? Disciplina? Pense nisso.

A história do meu casamento é muito valiosa para mim. Desejo que ela te ajude a sonhar e a realizar!

Até a próxima!

Veja mais: http://meusvalores.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: