O que eu fiz com o meu Primeiro Salário

E lá estava eu, cursando o primeiro semestre do curso técnico de Administração de Empresas na ETEC Pedro Ferreira Alves, quando o diretor da escola entrou na sala de aula anunciando uma vaga de estágio no INSS – Instituto Nacional de Seguro Social de Mogi Mirim SP.

Sem hesitar preparei o meu currículo. Lembro-me das poucas formações e experiências, e do esforço para preencher ao menos uma folha. Quem já não passou por isso?

Entreguei o meu currículo e aguardei. Dias depois, eu e mais alguns colegas fomos participar da entrevista.

A gerente do posto chamou um a um para conversar em sua sala. Depois, todos nós passamos por um teste onde deveríamos fazer um trabalho no computador, comprovando nossos conhecimentos de informática. Lembro-me de fazer a atividade e ajudar outros colegas que estavam com dificuldade.

Dias depois, a surpresa…a vaga era minha! Começava agora o meu primeiro estágio, trabalhando 5 horas por dia e recebendo 145 reais por mês. Ah, isso já faz alguns anos, especificamente no ano de 2004.

No INSS tive a oportunidade de colocar em prática muitos aprendizados do curso técnico de Administração. Eu organizava os arquivos e atendia os clientes, principalmente os idosos. Meus colegas de trabalho diziam que eu era muito eficiente e tinha paciência para lidar com os mais velhos.

Nessa época eu ainda morava no sítio. Eu levantava bem cedo, tomava o ônibus escolar e ia para a cidade. Estagiava no período da manhã, e, do trabalho ia direto para a escola. Voltava para casa no final do dia, chegava por volta das 19h00, com o ônibus escolar, sempre barulhento, desconfortável…mas era a única opção de transporte para mim. Apesar dos inconvenientes, sou muito grata pela disponibilidade deste transporte para a área urbana. Dessa forma pude estudar, trabalhar e crescer na vida.

Você se lembra sobre o que você fez com seu primeiro salário? Como gastava o seu dinheiro? Tinha o hábito de poupar?

Bem, eu tinha dois grandes sonhos naquele momento: fazer uma faculdade e comprar um computador (para me ajudar nos estudos).

Eu via algumas opções para minha formação: juntar dinheiro para fazer a faculdade, o que levaria um bom tempo. Conquistar um emprego melhor, onde tivesse um bom salário, com o qual eu conseguisse pagar as mensalidades, mas, para isso, eu precisava ter experiência no mercado, e eu não tinha. Ou, então, prestar o vestibular e entrar numa faculdade federal, a mais próxima da minha residência, para ter o mínimo de despesas.

Essa última opção me parecia muito interessante, mas esbarrava em um detalhe. Sempre estudei em escola pública e sabia que os colegas de escolas particulares estavam bem mais preparados intelectualmente do que eu. Então tracei o seguinte plano: poupar 100 reais por mês. No final de 1 ano de estágio eu teria dinheiro suficiente para pagar 6 meses de cursinho, e, com muita dedicação eu conseguiria entrar em uma federal, eu tinha certeza disso, pois no ano anterior eu já tinha conseguido passar na primeira fase da Unicamp estudando sozinha. Além disso, eu tentaria novamente passar no vestibular no final daquele ano e, caso conseguisse, o dinheiro que estava sendo poupado para o cursinho seria utilizado para comprar o meu computador.

O ano passou, chegou o mês de novembro e o dinheiro guardado esperava o seu destino. Ao longo do ano estudei sozinha, dediquei-me bastante a fim de realizar os dois objetivos. Prestei o vestibular e passei na primeira fase novamente. Que alegria! Mas na segunda fase, não deu. Faltou pouco, muito pouco. Prestei para a faculdade de Matemática Aplicada, eu era ótima nos cálculos…mas faltou pontuação na matéria de Física.

Tudo bem! No próximo semestre eu faria 6 meses de cursinho com o dinheiro poupado, tentaria novamente o vestibular e o computador esperaria mais um tempo.

Mas, o melhor ainda estava por vir! Ainda no final de 2004 teve início o PROUNI – Programa Universidade para Todos. Lembro-me quando minha tia me ligou, contando sobre a notícia. Rapidamente fiz minha inscrição, juntei os documentos necessários, escolhi o curso e a faculdade pela internet e, alguns dias depois, lá estava eu fazendo a prova para seleção dos alunos. A prova consistia em um texto sobre Revolução Industrial. Escrevi tudo o que eu sabia, dei o meu melhor e sim, eu conseguiiiiiiii!!!

Agora o sonho começava a se realizar na faculdade de Administração de Empresas, no centro de Economia e Administração da PUC Campinas!

Foram 4 anos de muito estudo, de grandes desafios e vitórias. Não foi fácil…mas foi extremamente prazeroso viver cada dia, cada momento, certa de que aquela oportunidade me abriria muitas portas.

E a minha poupança, formada a partir de uma economia de 100 reais mensais, transformou-se em um computador, uma importante ferramenta que me ajudou a desenvolver meus trabalhos, dentre eles, o trabalho premiado pelo Centro de Economia e Administração da PUC Campinas no ano de 2008, cujo título é: Planejamento Financeiro Pessoal para jovens universitários que estão ingressando no mercado de trabalho.

Por meio dessa história eu aprendo e compartilho com vocês, que o dinheiro pode ter muito valor, principalmente quando olhamos para ele e enxergamos nossos sonhos e nossos objetivos.

Como você enxerga o seu dinheiro? O que o dinheiro significa para você?

Essa história tem muito valor para mim! Desejo que ela te ajude a sonhar e a realizar!

Veja mais: http://meusvalores.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: