“É tudo da minha cabeça”

“Vem, vamos embora, que esperar não é saber,
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
Vem, vamos embora, que esperar não é saber,
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.”

Então, a irmã mais velha da Bruna começou a vender produtos do Paraguai. Uma mulher, que morava na cidade, ia até o sítio, levar a sacola com os pedidos e as novidades. Quanta coisa bonita e interessante!

A menina queria olhar tudo…sentir o cheiro das colônias e hidratantes, ver os brinquedos funcionando, com músicas e luzes coloridas.

De todas as coisas, o que mais chamava a atenção da Bruna, eram os itens escolares: estojos, canetas, clips, réguas, diários… Ela levava alguns desses itens na escola, para vender, aí a irmã a presenteava com algo. Além dos itens escolares, a Bruna ganhou uma “Minnie”, que tinha uma roupa xadrez na cor vermelho. Ganhou também um boneco, que tinha a roupinha e o boné na cor azul. Ela deu a ele o nome de “Vinícius”, era o nome masculino preferido da pequena. Nesse momento, a menina teve o seu primeiro trabalho informal, como vendedora, aos 9 anos de idade!

Ver as irmãs e a mãe trabalhando com vendas, foi uma grande inspiração para a Bruna. Mais tarde ela percebeu que, através desse trabalho, ela teria a oportunidade de montar um plano para realizar muito sonhos e objetivos, ao longo da sua vida. Novos valores estavam sendo aprendidos: a importância do trabalho e dos recursos financeiros!

Na mesma época, a irmã começou a vender produtos de catálogos e, lá estava ele à venda…um bonito diário, na cor rosa, com o desenho de uma menina na capa. A Bruna olhava e sonhava…e o sonho tornou-se realidade. A mãe comprou para a filha o seu “Primeiro Diário”.

A primeira postagem desse blog, na categoria “Meu Diário”, fala exatamente sobre esse pequeno caderno de 15 folhas. Foi ali que tudo começou, no ano de 1995. 

Você também possui diários? Você gosta de escrever sobre o quê?

A Bruna não sabia ao certo o que escreveria ali, mas sentia prazer em tê-lo em suas mãos, algo que seria só seu, com informações extremamente valiosas!

Palavras…o que elas significam para você?

Na escola, a Bruna demonstrava habilidade para escrever e contar histórias. Ela se comunicava muito bem! Em todos os lugares…as palavras fluíam naturalmente. Ela também gostava de desenhar. A mãe ouvia seus escritos e apreciava as suas artes e perguntava:

– De onde você tirou isso? É tudo da sua cabeça?

– Sim, mãe, é tudo da minha cabeça…

A menina sabia, sim, no fundo ela sabia que um dia muitas pessoas iam ler as suas histórias e enxergar uma vida, uma essência através das palavras.

Eu quero escrever um livro,

Eu quero contar a minha história,

Mas, por quê?

A minha história tem valor!

Valores que vivi,

Valores que aprendi,

Valores que geram valores.

Eu tenho uma história tão linda,

E uma família tão especial,

Eu preciso contar para o mundo

Que isso é possível, 

Que isso é real!

Você precisa sonhar e acreditar,

E, com as minhas palavras,

Eu quero e vou te ajudar!”

Mais um ciclo está finalizando… Na próxima postagem faremos uma recapitulação desses últimos dois anos, onde eu, Bruna de Fátima Pires Varzini, escrevi, contei, compartilhei sobre tudo o que estava na minha cabeça…e fecharemos juntos esse ciclo, para, com muita alegria recomeçar… Sim! Vamos começar uma nova etapa, uma nova categoria desse blog, um novo projeto… Sobre o que vou escrever? Na próxima semana eu te conto mais detalhes! Já estou ansiosa! Até lá!

 

“Favo de mel são as palavras suaves: doces para a alma e saúde para os ossos” – Bíblia, Provérbios, capítulo 16, verso 24.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: