Ação e Reação

Olá diário, tudo bem?

Ao longo da sua vida como você tem agido e reagido?

Neste momento, pare por alguns minutos e reflita:

Como eu tenho agido no meu trabalho? O que eu tenho feito em relação à minha família e amigos? O que eu tenho feito em relação à minha saúde? Como tenho agido em relação aos meus sonhos e objetivos?

Será que temos vivido com consciência, sabendo onde estamos e onde queremos chegar? Ou será que temos vivido como escravos ou até mesmo como vítimas, transferindo a responsabilidade do nosso bem-estar para outras pessoas e para o mundo?

Sobre as suas reações…como você tem reagido? Se o dia está quente, como você reage? E quando está frio? Qual sua reação quando alcança um objetivo? E quando as coisas não dão certo? O que você faz quando recebe uma notícia ruim ou quando ouve um comentário desagradável? Qual tem sido o seu comportamento frente às situações e pessoas? 

Dias atrás eu estava estudando um trecho bíblico e comecei a refletir sobre o comportamento de Jesus Cristo. Essa reflexão despertou em mim o desejo de escrever sobre o assunto.

Você já parou para pensar sobre a vida de Jesus? Qual era a Sua motivação? Como Ele agia e reagia em relação às pessoas, ao trabalho, ao dinheiro…em relação às doenças, nos momentos tristes e felizes? Como Ele se comportava?

Ele chorava com os que choravam e alegrava-se com os que estavam alegres. Falava palavras de ânimo para o desanimado, curava os doentes, dava de comer a quem estava com fome e de beber, a quem estava com sede. Se alguém desejasse-Lhe o mal, Ele reagia com piedade, desejando-lhe o bem. Jesus agia e reagia com amor, e, dessa maneira, quebrava todo ciclo de maldade que o homem quisesse criar e desenvolver. 

No livro de Efésios (capítulo 6, verso 17) está escrito que a Palavra de Deus é a espada do Espírito. Uma arma poderosa, que destrói toda maldade, pois a sua essência é amor. Não machuca, não magoa, não julga nem condena. Antes corrige, ensina, educa e disciplina. A palavra de Deus protege, acolhe, acalma, motiva e fortalece.

Quando penso em Jesus, vejo alguém que coloca em prática a palavra de Deus e entendo que agir e reagir com amor não é ficar bajulando as pessoas, apoiando os seus erros, torcendo pela sua felicidade custe o que custar. Agir e reagir com amor é fazer o bem sem olhar a quem, é dizer a verdade, é ser sincero, é fazer o que é correto, ainda que isso custe algumas lágrimas, pois o amor divino foca no desenvolvimento do espírito, foca em nos preparar, não para sermos felizes momentaneamente, mas para a vida e felicidade eternas.

Quando penso em Jesus, vejo alguém que sabe com clareza onde está e para onde está indo. Alguém que conhece bem a sua missão e tem um plano perfeito para executá-la. Alguém que sabe como deve agir e reagir para alcançar o seu objetivo. Alguém fortalecido por Deus, movido pelo amor, cheio de palavras sábias e atitudes nobres. Alguém humilde, que não idolatra nem humilha ninguém, antes reconhece que somos todos iguais.

E nós, será que temos um plano bem definido em nossas mentes? Temos agido e reagido com amor? Que resultados e consequências esperamos dos nossos atos?

Eu desejo, de todo o coração, que Deus nos conceda sabedoria para promover, através dos nossos recursos, coisas boas e corretas. Que por meio da palavra divina todo mal seja desfeito e o ciclo do amor seja eterno, em cada ação e reação.

Obrigada pela sua companhia, nos reencontramos em breve!

 

“No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; e calçados os pés na preparação do evangelho da paz; tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, e por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho, pelo qual sou embaixador em cadeias; para que possa falar dele livremente, como me convém falar” – (Bíblia, Primeira Carta aos Efésios, capítulo 6, versos do 10 ao 20).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: