Máscaras da minha essência

Olá, meu querido diário!

Muito bom estar aqui com você! Nas últimas semanas refletimos sobre máscaras: máscaras da alma, máscaras institucionais e máscaras virtuais. E essa reflexão toda, me fez pensar sobre as minhas máscaras, sobre as máscaras da minha essência.

Se eu uso máscaras? É claro que sim! Muitas vezes uso de maneira consciente e em outras nem me dou conta. Conhece aquela frase que diz que uma mentira quando contada muitas vezes pode se transformar em uma verdade? Pois é, algumas máscaras são tão confortáveis que às vezes a gente as incorpora, e acaba vivendo pela metade, acreditando que aquilo é o melhor, enquanto a essência se esconde e o melhor de nós adormece.

Na infância é bem provável que eu tenha mostrado a minha cara, a minha essência, mas em muitos momentos senti-me rejeitada, achei que não seria aceita e amada pelo o que eu era. Como reagir frente a essa situação?

Máscaras me pareceram uma excelente opção, e provavelmente você tenha adquirido algumas delas para você também. Uma roupagem por vezes um tanto desconfortável, mas, se atraia a atenção das pessoas e me fazia sentir alguém no mundo, eu concordava, fazia alguns ajustes no novo “uniforme” e entrava para o time. Afinal, quem é que quer ficar de fora?

E assim, as máscaras foram sendo construídas: muitos “sim” para as ideias alheias, mesmo quando eu discordava, era melhor evitar brigas… Meias longas e grossas para esconder os tornozelos magros, maquiagem para esconder as espinhas, um novo corte para disfarçar os cabelos armados.

A falta de apetite que encobria a fome, a inteligência que disfarçava a falta de entendimento, o silêncio que sufocava os gritos, a calma que encobria o desespero, a amizade que ocultava o amor…

Mais tarde, sorrisos escondiam lágrimas. A força e a coragem… Ahhh, essa força e essa coragem, foram as mais cruéis das máscaras, escondendo todo o meu medo e a minha fraqueza.

Diga-me uma coisa… Para que serviram essas máscaras?

Querida essência, essas máscaras foram úteis e muito importantes. Foram os melhores recursos que você encontrou naquele determinado momento. E, graças a esses recursos e a essas escolhas, hoje, você está onde está. E está tudo bem.

A minha essência nunca morreu, nem nunca morrerá. Mesmo nos momentos em que optei por me esconder, por fingir, por mentir…talvez tenha sido para preservar algo muito valioso dentro de mim.

Quando olho para minha essência, enxergo Ele, a essência do amor, o criador e mantenedor de todas as coisas. Vejo poder, sinto paz, percebo luz… Uma conexão maravilhosa existe entre nós. Esse Amor é o sentido da minha existência e para Ele desejo viver e a Ele desejo servir.

Dessa forma, olhando e focando nessa essência divina, minha missão se cumpre, a cada dia. Minha essência vive, se agita, se alegra, transforma e é transformada, e as máscaras perdem o seu valor. Sim, às vezes me utilizo de uma ou outra, não tem problema! Ele me ama e sabe que no tempo certo, quando eu estiver preparada, queimarei todas essas máscaras e viverei a plenitude do meu ser. Como é bom conhecer a esse Deus, que me faz lembrar todos os dias o quanto eu e você somos especiais.

Finalizo essa série sobre Máscaras, com a seguinte mensagem:

Perdoa-me quando não vivo o melhor de mim. Sinto muito pelas minhas máscaras. Obrigada por você existir de verdade, pela sua essência. Amo você…do jeitinho que você é!

Gratidão, muita gratidão!

 

“Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma com que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus” – Bíblia, Carta aos Romanos, Capítulo 15, verso 7.

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” – Bíblia, Primeira Carta de João, capítulo 1, verso 9.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: