Desamarre e voe alto

Mas, afinal, o que te prende? Poesia escrita em 02/10/2017 - Jundiaí SP. Levante os braços lentamente, Desamarre o que te prende, Voe alto suavemente. Um desejo tem em mente, Você pode, você sente, Vá e faça diferente. Que delícia, que aventura! Estou voando nas alturas, Tudo é pura gostosura... O sonho não é loucura,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑